já que se fala em responsabilidades parentais

estou naquela fase da vida em que primos, amigos, colegas, enfim, pessoas da minha esfera social, e que pertencem à minha faixa etária, começam a ter filhos. ou antes, já começam a ser mais os que têm do que os que não têm.

não é bom nem mau, é só estranho. sobretudo porque eu não tenho nos meus planos a curto e médio prazo (nem a longo prazo, acho!) assumir a responsabilidade da paternidade.

há quem sugira que esta seja, talvez, a idade ideal para constituir família (até admito que sim, se se verificarem as premissas necessárias a tal, e houver condições para isso) porque, com o avançar da idade, já não há disponibilidade mental e física para todas aquelas maratonas inerentes à tarefa de criar um filho.

eu, sinceramente, não me preocupo muito com isso! estou sempre a tempo de comprar um puto em segunda mão ebay, já com os inconvenientes dos primeiros anos resolvidos! paga-se mais qualquer coisa nos portes de envio quanto maior for a encomenda, mas não é por aí que o gato vai às filhoses. a tarifa da cegonha também não deve estar assim tão em conta…

Advertisements

comentários existenciais

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s