simplicidade que complica

eu sou uma pessoa simples, ou melhor, sou uma pessoa de hábitos, gostos, pretensões, enfim, forma de estar na vida e de a viver, simples. porque, na realidade, simplicidade, talvez não seja o termo que melhor carateriza o meu eu enquanto ser social. não é, definitivamente, o meu sobrenome.

a verdade é que esta simplicidade caraterística da minha vida, de alguma forma, levanta uma barreira entre aquilo que são as convicções próprias do meu ser simples, e aquilo que é o entendimento da vida da generalidade das pessoas nos dias de hoje, muito dadas à sobrevalorização das coisas boas que a vida oferece, e pouco interessadas em perceber a insustentabilidade que as sustenta (não é uma contradição).

penso que, infelizmente, essa barreira me impede de me relacionar com pessoas de entendimentos e perspetivas diferentes da minha. não que não as respeite ou entenda (às vezes não!), mas antes porque não me fazem tanto sentido assim determinadas práticas e/ou opções mundanas.

admito que o meu problema seja apenas uma questão de horizontes limitados, ainda que bem fundamentados…

Advertisements

comentários existenciais

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s