abrupto (não é o blog do pacheco pereira!)

eu gosto do fim do verão. friozinho na face ao inicio e ao fim do dia. aqui e ali uma chuva com o soar do trovão e o clarão do raio (a ordem devia ser inversa porque a velocidade da luz é superior à velocidade do som). é quando se dá a reposição para a normalidade dos índices emocionais (quem habitualmente os tem dentro dos limites aceitáveis, claro).

enfim, gosto. de tal forma que, não raras vezes, sempre que me lembro, até suspiro, com uma palpitaçãozinha no coração e tudo.

mas este final de verão está a ser um pouco abrupto de mais. até já senti a necessidade de um edredão para sobreviver no sofá.

Advertisements

comentários existenciais

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s