poupança: ato ou efeito de poupar

gosto de ter coisas. as mais diversas coisas. sinto necessidade de ter, reconforta-me ter. embora possa gastar algum dinheiro sem necessitar, é verdade, não sou de desperdiçar. nem sequer gosto de ostentar. nem sou de me perder com gadgets que servem apenas para fazer crer num certo tipo de status que, diga-se, também não tenho. nem tão pouco de fazer refeições fora de casa apenas por causa daquela preguiçazinha mais recôndita.

p.e., sinto a necessidade de ter sempre quantidades extra de alimentos ou produtos de higiene pessoal. nunca é demais uma peça de roupa ou de calçado. é comum adquirir mais um utensílio de cozinha ou uma ferramenta para juntar à caixa de “primeiros socorros” para resolver pequenos problemas em casa, sem que precise, de todo.

ainda é tudo dentro do aceitável e do mentalmente saudável, mas incomoda-me que seja um bocadinho assim, consumista e materialista. queria ser mais desapegado dos bens materiais. mais contido e mais criterioso. até porque sou um crítico assumido do consumismo desnecessário.

vá, é o meu pequeno contributo para a economia.


comentários existenciais

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s