tragédias evitáveis

eu sempre fui um opositor das peregrinações a pé. até porque, já por 2 vezes, me vi na possibilidade de atropelar peregrinos por falta de visibilidade numa via que foi concebida para carros. embora respeite a fé de quem as faz. também sou, energicamente, um opositor de uma condução inconsciente. uma combinação infeliz de fatores que envolvem estas duas práticas, só pode dar em tragédia.

Advertisements

comentários existenciais

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s