disponibilidade

há situações em que não sei o que devo fazer, se orgulhar-me ou penitenciar-me pela minha disponibilidade para fazer o que outros não querem fazer.

partindo do pressuposto que não tenho outra alternativa que não fazer, então nem orgulho nem penitência, antes lamentação. mas isso é entrar no campo das conjeturas, porque certezas absolutas são arriscadas de comprovar…


comentários existenciais

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s