a misteriosa zona cinzenta

os enigmas do cérebro são uma coisa, de facto, inquietante. há momentos, de espaço temporal mais ou menos prolongado que, por cansaço, aborrecimento, desmotivação, ou simplesmente por inércia, o cérebro fica de tal forma amarrado que não consigo fazer determinadas trivialidades e ver o óbvio! o processo de raciocínio fica lento, ou nem mexe sequer! daqueles bloqueios à windows (dispenso ios e linux, a minha experiência não foi suficientemente convincente). fica ali paradinho a contemplar o ontem. o foco limita-se ao problema e ignora a possibilidade de soluções. isto é frustrante e dececionante.

mas há outros momentos, de menor dimensão temporal, infelizmente, em que o cérebro desperta! espevita! sem razão aparente ou correlação óbvia e linear. eu sei que enfrentar os medos com modesto sucesso e vencer pequenas batalhas diárias pode ser um bom tónico motivacional, um excelente tonificante para o músculo cerebral. a atitude positiva e confiante, o discurso coerente e fluído são consequências ótimas. os problemas não se desmultiplicam em problemas mas apelam a soluções. soluções essas que ecoam por toda uma cabeça tonta. hoje foi um desses dias. e nem sequer bebi uma gota de álcool! porque se há coisa que o álcool me faz, para além de sono, é desinibir.

apaixonar-me-ia com facilidade por este cérebro. é viciante.

amanhã é outro dia e há um problema para resolver. um problema?! hoje é um desafio, amanhã logo se verá…


comentários existenciais

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s