sobressaltos

ligo a televisão na rtp1 e deparo-me com um direito de antena publicitando um partido político. sem ver, ler e ouvir notícias durante o dia, e ainda meio entorpecido por ter sucumbido ao cansaço com uns minutos a dormitar, ocorreu-me que o governo já havia caído, e que já se preparavam eleições antecipadas. ufa, que susto!

segue-se uma entrevista ao ministro das finanças e, confesso, não me inspira confiança. a voz trémula, o gaguejar, o olhar baixo como que comprometido, as respostas transviadas às perguntas e as hesitações, sobretudo causadas pela necessidade de fugir a algumas questões, são indícios preocupantes. esta postura é típica de uma pessoa com personalidade maleável, característica, aliás, muito comum em ministros das finanças de governos socialistas. um instrumento por excelência para por e dispor de medidas populistas e eleitoralistas. o único que não aceitou o frete – campos e cunha – saiu ao fim de 4 meses.

são só julgamentos sustentados em feelings. o que conta, efetivamente, é a aritmética. aritmética simples, de dona de casa. há dinheiro, pode-se ir às compras. não há, passam-se privações. preocupações sociais, ou os processos de intenções relativamente às mesmas, são mero show off. nem o ruído político tem grande impacto. a ver vamos o que daqui vai sair.


comentários existenciais

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s