doenças incuráveis

é gritante a parcialidade da comunicação social portuguesa. uns de uma forma mais subtil outros de uma forma mais evidente, mas igualmente ridículos.

há anos que eu me apercebo deste facto. mas hoje o exemplo foi perfeito. 4 medalhas nos europeus de atletismo em amesterdão. 3 atletas do sporting estão entre os medalhados, sendo que duas das medalhas são de ouro e uma de bronze. a quarta medalha, de bronze, foi conseguida por um atleta de outro clube da 2º circular.

facto: acabo de ver uma noticia da rtp a abordar o assunto, refere-se aos atletas do sporting sempre como “atletas portugueses”. o atleta do outro clube da 2º circular como “o atleta do benfica”. esta prática é replicada por quase todos os órgãos de comunicação social nacionais ao longo dos anos.

e é assim, um país completamente imparcial e injusto, dominado por aqueles que, nem sequer são a maioria, mas sim os mais doentes.

já agora, estas medalhas são um bom presságio para um bom resultado também no futebol. até porque, os atletas que hoje já atingiram a glória, têm em comum com a maioria dos jogadores daquele grupo, o clube que os lançou nas vidas desportivas e profissionais. aquele que tantas vezes é ridicularizado e injustiçado, mas que tanto dá ao país, sem obter o devido reconhecimento em troca.


comentários existenciais

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s