dizem que é da silly season

não vejo problema algum no facto de uma empresa oferecer viagens a um governante. o “pormenor” do diferendo fiscal entre a tal empresa e o estado, é uma absoluta irrelevância.

o secretário de estado (por mera coincidência, dos assuntos fiscais) foi ver o futebol às custas da galp só para dar gás à seleção.

tudo normal.


comentários existenciais

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s